1

1
Fachada Ocidental da Estação Caminho de Ferro do Valado dos Frades!

domingo, 11 de julho de 2010

Forte Queda de Granizo


No dia 20 Janeiro 2009, o Valado foi "presenteado" com esta fortíssima queda de granizo, ou pedraço, como melhor soa entre os Valadenses.
Com tal intensidade não é uma situação muito frequente. 
Claro que para além de muitos outros inconvenientes, os que se prendem com a agricultura são efectivamente os de maiores malefícios.
A intempérie por vezes visita-nos e...brinda-nos com alguma inconveniência!








domingo, 20 de junho de 2010

Aniversário da Passagem do Valado a Vila



Passam hoje 19 anos sobre a data da Passagem a Vila do Valado, em 20 de Junho de 1991 - que coloquei neste "blog" em 25 Fevereiro 2010.
Achei justo trazer hoje a proposta elaborada e votada por unanimidade pela Assembleia de Freguesia - orgão máximo da representatividade democrática do Valado.
É um texto simples, mas que deixa transparecer o querer e determinação duma povoação que desde sempre ombreou com os seus pares.
É uma declaração determinada, desde sempre apanágio dos Valadenses.
É um "momento" de exaltação e...conforto!

sábado, 12 de junho de 2010

MATARAM O VALADO ANTIGO - 3








A 1ª imagem foi colocada aqui em 27 Dezembro 2009, com uma breve descrição e uma quase...premunição.
A 2ª imagem é a...premunição!
Poucos meses as separam, mas...separam-nas mais que uma geração!
Aquela representa na maior genuidade o Valado Antigo...esta é a personalização de valores e personalidades diferentes.
Tinha de se chegar a este desenlace?
É óbvio que o proprietário tem direitos...necessidades...prioridades...etc, mas quando os poderes autárquicos tomam conhecimento deste "pedido", devem ter a capacidade para intervirem dum modo que concilie os interesses em presença.
Infelizmente parece que ninguém nos ouve, e a realidade é que a 1ª imagem era uma das últimas, melhor conservadas e mais genuínas, casas do Valado Antigo.
O que poderemos esperar?
Um vazio irreconhecível do Valado...Antigo! 
- Como JUSTO MEMORANDO, a 1ª imagem vai aparecer e permanecer, na abertura da 1ª página deste blog - Valado dos Frades

terça-feira, 8 de junho de 2010

Cronologia Histórica - Social de Valado dos Frades


Em Dezembro de 2008, editei e publiquei este livro, onde ao longo de cerca de 70 páginas com 1.300 entradas dispostas cronologicamente, e por um espaço de tempo "estendido" de 27 de Julho de 1139 a 20 de Junho de 2008, catalogo o que no plano Histórico e Social foi acontecendo no Valado.
É pois uma obra que nos permite uma "longa viagem" e ajuda a identificar - com facilidade - o que de relevante foi acontecendo.
Quem foram os Padres...os Professores...os Dirigentes das Colectividades...quando se deram as Inaugurações...a 1ª Carta de Povoação de Rio de Moinhos...etc.
É um trabalho inédito para o Valado, mas necessário para quem gosta e quer ...conhecê-lo!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

António de Sousa Brites


Em 5 de Outubro de 2009, coloquei um post dum azulejo a indicar que ali tinha estado situada uma Casa de Bicicletas.
Como o azulejo em si poderia passar despercebido, o proprietário Sr. António de Sousa Brites, optou também por colocar um anúncio no jornal Comércio de Alcobaça, em 20 de Abril de 1951.
O curioso é a possibilidade da compra de bicicletas usadas ou novas.
Mas o que nos poderá fixar a atenção são os preços pedidos, de facto uma usada poderia custar a partir de 300$00 - 1,50 € - ou se fosse nova a partir de 1.000$00 - 5 €.
Far-nos-á sorrir a 60 anos de distância, mas muito pouca gente tinha bicicleta própria!
Havia no entanto uma opção que o anúncio refere...era possível alugar uma bicicleta por determinado número de minutos ou horas!
Mas no mesmo anúncio o Sr. Brites não descurava já uma opção para a praia da Nazaré, já nesta época cheia de turistas, que era estender até ela os seus serviços.
O espírito empreendedor de que agora tanto se fala, já existia no Valado...obviamente!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Francisco Xavier Coelho



Francisco Xavier Coelho, foi um ilustre Valadense, que em 1894 se formou como Professor com a classificação de Muito Bom.
Desenvolveu uma vida activa em prol do Valado, tendo assumido a presidência da Junta de Freguesia em 9 de Agosto de 1894.
Nomeado Professor Oficial em Évora de Alcobaça em 17 de Abril de 1895, e mais tarde em S. Martinho do Porto.
Colaborou e conseguiu na criação duma Escola de Ensino Feminino, graças a um donativo de Carlos O´Neill, em 15 de Junho de 1902.
Em 23 de Setembro de 1903, é nomeado Professor do Valado - é o 2º Professor do Valado.
Em 20 de Outubro de 1945, morreu.
Para a rua onde morava, a Junta de Freguesia atribuiu o seu nome, o que se pode ainda hoje verificar pela placa que se mostra neste post...é a rua onde está a B I R.
Esta biografia, saída no Jornal Comércio de Alcobaça, em 27 de Julho de 1946, é da autoria de Basílio Henriques Pedro...que breve trataremos aqui.
O Valado poderá não apresentar uma história muito rica, mas aqui e ali...deparamo-nos com motivos de orgulho!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

MATARAM A LAGOA SECA - 2
































Em 7 de Fevereiro de 2010 coloquei um post sobre a "nossa" Lagoa Seca.
Ela representou para gerações de Valadenses um local de lazer...de desporto (foi o 1º campo de futebol) e...uma referência que sempre mencionávamos com prazer.
A 1ª imagem (já posta), mostra a Lagoa Seca num ano excepcional - 2001- com uma abundância de água que muito raramente se verificava.
A 2ª imagem, numa fotografia colhida há dias, mostra o que já não é a Lagoa Seca - enterrada...esventrada...com uma copa dum pinheiro que na outra imagem estava dentro de água, no meio de montes de terra.
Tudo para dar lugar a uma nova via de comunicação!
Certamente...necessária, mas também não restam dúvidas de que tantos viadutos e desvios se têm feito para preservar outras situações, que os Valadenses tinham o direito que o seu património natural fosse preservado.
Aos poucos o Valado vai ficando, a um ritmo acelerado, desertificado...da sua História!

domingo, 25 de abril de 2010

25 de Abril - Nova Junta de Freguesia

1974 - 06 -  21 - Comissão Administrativa da Junta, no Clube Recreativo Beneficente Valadense houve uma reunião do C D E, e a eleição foi: Presidente: Joaquim Feteiro Ferreira, Fernando Carvalho Saloio e José Bonito Paiva; Vogais: António Monteiro Abegão, Horácio de Matos e José Basílio Henriques Poim.

O texto que surge a encimar este post, foi retirado do meu livro "Cronologia Histórica e Social de Valado dos Frades".
O Movimento que "brotou" do 25 de Abril de 1974, influenciou e modificou Portugal...o Valado não ficou de fora.
Nos dias subsequentes, foi um rodopio de manifestações de rua...de reuniões dos partidos entretanto emergentes...de atitudes de regozijo e solidariedade...etc.
É na sequência de todos estes movimentos que vão originar-se a substituição lógica dos orgãos políticos, e em 21 de Junho de 1974, após uma reunião no Clube Recreativo Beneficente Valadense foi eleita a Comissão Administrativa da Junta de Freguesia.
Não cabe no teor deste blog fazer a análise política e social dessa Comissão, mas tão só preservá-la como um facto...histórico! 

quarta-feira, 3 de março de 2010

Trabalhos na Eira


Após a espiga do milho ter sido descarolada no engenho (post de 30 Outubro 2009), havia um trabalho a fazer, separar com a ajuda duma vassoura de giesta e dum ancinho com bicos de madeira, os carolos dos grãos de milho.
A imagem mostra precisamente esse momento, em que o trabalho de separação é feito principalmente pelo ancinho, enquanto a vassoura tem por fim não deixar que os grãos se vão espalhando desordenadamente pela eira.
Com o desaparecimento da cultura do milho no Valado esta tradição...desapareceu por completo!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Valado é Oficialmente Vila


Esta publicação saiu no Diário da República, I Série-A, nº 187 em 16 de Agosto de 1991.
Elevação da povoação de Valado dos Frades à categoria de vila, foi aprovada em 20 de Junho de 1991, promulgada em 26 de Julho de 1991e referendada em 30 de Julho de 1991.
É um processo relativamente célere, já que foi iniciado a quando da aprovação pela Assembleia Municipal e por unanimidade, sob proposta da Câmara Municipal, em 19 de Abril de 1991.
Foram tempos de expectativa e grande euforia, mas...não são pelo menos "palpáveis"!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Artigo Publicado no Jornal União Nacional em 29 Agosto 1931


Não sei quem assinou este artigo em 1931, no jornal União Nacional.
Era um jornal do Estado Novo.
T. C. quem será?
Talvez Tito Calisto? não sei!
É uma "visita" relâmpago à história do Valado, de qualquer modo pese o seu sintetismo serve para a percebermos no essencial.
De referir a prosa poética de cariz lírico que o autor põe no último parágrafo, onde refere as odes virgilianas...donde podermos concluir da sua formação cultural.
O texto integra uma foto do Rio da Areia, da autoria de C. Nunes, que também não sei quem é!
"Quatro rios de beleza tradicional, o Alcôa, o da Areia, o do Meio e o das Águas Belas, serpeiam...".
Sempre os rios...importantes na vida e estabilidade dos Valadenses!
A água é fundamental à vida...nunca nada foi tão verdade no Valado...este blog voltará aos nossos rios!

sábado, 6 de fevereiro de 2010

O Clube Recreativo Beneficente Valadense fez 80 Anos



No dia 25 de Dezembro de 2005, o Clube Recreativo Beneficente Valadense fez 80 anos.
Duma ideia para não deixar passar em vão esta efeméride, eu e Amadeu de Matos Carvalho, resolvemos desenvolver algumas acções que tornassem o mais digno possível o momento que passava.
E uma dessas acções foi publicar em livro a história da vida do Clube.
Uma vida longa para uma colectividade duma "aldeia", vida plena de incertezas, avanços, recuos, mas...também de muita alegria e comunhão.
Pelas páginas deste livro repassam os momentos mais marcantes, para o Clube e para as pessoas que dele usufruíram.
Desde a sua génese...as obras...as direcções...espectáculos mais marcantes (nomeadamente da inauguração das actuais instalações)...uma listagem dos diferentes intervenientes nos teatros...tudo está neste livro!
Como digo no prefácio, o Clube e nós todos estamos de parabéns e...merecemo-los.

domingo, 10 de janeiro de 2010

Arlindo Rodrigues Varela - Fisiologia do Bello



Mais um livro de Paulo Mantegazza, numa tradução de Arlindo Varela.
Mantegazza era um apaixonado cultor do belo, e este livro logrou um êxito retumbante em Itália, o mesmo se esperaria que acontecesse em Portugal.
Mais uma vez Arlindo Varela traz-nos uma obra que o enaltece.
Editado por Santos & Vieira, 125 rua dos Retroseiros - Lisboa em 1911.
Arlindo Varela...volta a dar-nos a dimensão da sua vida intelectual!