1

1
Fachada Ocidental da Estação Caminho de Ferro do Valado dos Frades!

quinta-feira, 28 de junho de 2012

História de Amor


Mais do que um simples utensílio, a escova de dentes pode personificar,...uma história da vida...uma história de amor!

http://laprovitera.blogspot.pt

domingo, 17 de junho de 2012

sexta-feira, 1 de junho de 2012

BORDA D´ÁGUA...JUNHO


Eis-nos "chegados" ao meio do ano.
O mês de Junho representa uma imagem e viragem...são os dias mais quentes...a abundância da fruta...a ansiedade dumas merecidas férias!
No dia 20, precisamente às 23h e 09m, é o Solstício de Verão...dito por outras palavras começa cientificamente o Verão.
...e para que conste já se viveram 182 dias desde o início do ano...restando para viver até ao seu fim 184!

Alguns adágios próprios deste mês:

A chuva de S. João tolhe a vinha e não dá pão
Ande o Verão por onde andar no S. João há-de chegar
Até ao S. Pedro, o vinho tem medo
Chuva no S. João, bebe o vinho e come o pão
Chuva no S. João, talha o vinho e não dá pão
Cortiça em Junho, vai a punho, em Agosto vai a mascoto
Em Junho foicinha no punho
Galinhas de S. João pelo Natal poedeiras são
Guarda pão para Maio, lenha para Abril e o melhor tição para o S. João
Junho calmoso, ano famoso
Junho floreiro, paraíso verdadeiro
Lavra por S. João se queres ter pão
Ouriços no S. João são do tamanho dum botão
Para o S. João, guarda a velha o melhor tição
Pelo S. João a sardinha pinga no pão.
Pelo S. João deve o milho cobrir o chão
Pelo S. João deve o milho cobrir o rabo do cão
Pintos de S. João pela Páscoa ovos dão
Quando o vento ronda o mar, na noite de S. João não há Verão
Sardinha de S. João já pinga no pão
Se o vento bailar na noite de S. João tarda o Verão
Sol de Junho madruga muito
Um bom madeireiro pelo S. João há-de ter boa aceitação
Com o vento se limpa o trigo e os vícios com castigos.
Chuva junhal, fome geral.

http://oceanosdeideiais.blogspot.pt/2011/06/adagios-de-junho.html