1

1
Painéis de azulejos da Nazaré e Alcobaça na Estação Caminho de Ferro e praça principal, do Valado dos Frades!

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Fauna do Valado



Poucos de nós saberíamos que nos campos do Valado era possível encontrar uma riqueza faunística de tanta beleza, mas o Rui Marques concedeu-nos através do seu "hobby" que descobríssemos estas maravilhas.
Não é só a variedade...é também a riqueza das cores, lindíssimas e contrastantes, como aliás os visitantes da Galeria do Rui assim o manifestam aqui.
A 1ª foto é uma larva de joaninha, um estado evolutivo portanto, mas que apresenta como a joaninha no estado adulto, cores exuberantes de contraste com o seu "habitat".
É preciso gosto e perspicácia para colher estas maravilhas...e o Rui tem-nas!


quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Biblioteca Instrução e Recreio


Victor Pais Silvestre, Álvaro Gomes Ferreira, Daniel Xavier Coelho e António Ferreira Marques, conversavam e aprendiam com duas figuras ilustres do Valado, Arlindo Varela e o Coronel Santos.
Por estes tempos o analfabetismo grassava, e daí surgiu a ideia de se tentar arranjar uma biblioteca para o combater.
Apesar de todas as dificuldades, conseguiram um espaço, para se instalarem e começar o "combate" a esse analfabetismo.
Foi assim que em 1 de Maio de 1933, surgiu a Biblioteca Educativa Valadense, que começou a funcionar com cerca de 60 livros - todos oferecidos pelos sócios.
Em 2 de Julho de 1933, a colectividade tem como símbolo um livro aberto sobre fundo verde, branco e vermelho.
Em 17 de Julho de 1934, em Assembleia Geral, e sob proposta do Prof. Arlindo Varela, a biblioteca passa a denominar-se - Biblioteca Instrução e Recreio - ostentando também sob o seu símbolo - Luz Sempre Mais Luz.
Curiosamente, possuía já um serviço de bibliotecário onde estava a tempo inteiro António Ferreira Marques, e Victor Pais Silvestre dava aulas nocturnas após o trabalho.
Em 15 de Outubro de 1936, iniciaram-se as obras no campo desportivo.
Estes são os "passos" iniciais, para se transformar ao longo de décadas numa importante colectividade, que à instrução, cultura e desporto tem dedicado a sua atenção.



sábado, 18 de agosto de 2012

Fonte da Praça


Esta era a Fonte da Praça, situada no inicio da Rua Carlos O´Neill e chamava-nos a atenção pelos azulejos policromados que a encimavam, bem como a grande pia.
Servia  uma população que residia nas suas proximidades.
"Sùbitamente" foi pura e simplesmente demolida, com o beneplácito da Junta de Freguesia - entidade que primeiro deveria lutar pela manutenção e preservação do património.
Foi um verdadeiro acto de...vandalismo "oficial".





sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Assassinato de El-Rei D. Carlos I e do Princípe D. Luís

No dia 16 de Fevereiro de 1908, houve uma sessão ordinária da Junta de Freguesia, presidida pelo Padre António Proença d´Oliveira.
Nesta sessão, de que se junta a cópia da acta, foi pelo presidente proposto um voto de sentimento pelas trágicas mortes de Sua Majestade El-rei Dom Carlos primeiro e de Sua Alteza Real o príncipe Dom Luís Filipe, sucedidas em Lisboa no dia um do corrente, sendo aprovado por unanimidade.
É uma atitude muito simpática da Junta de Freguesia!

domingo, 5 de agosto de 2012

Registo Civil no Valado


Pois é verdade, funcionou no Valado uma Repartição do Registo Civil.
O documento presente, trata dum registo de casamento, datado de 16 de Outubro de 1916.
Há no entanto documentação a fazer prova de que no ano de 1941, o registo civil ainda estava por cá.
Onde terá funcionado?
Certamente numa qualquer casa comercial...mas há indicações que terá estado numa loja junto ao actual BPI.