1

1
Fachada Ocidental da Estação Caminho de Ferro do Valado dos Frades!

terça-feira, 29 de abril de 2014

Cigarros...de Ontem!


...O tempo nunca volta para trás!
As acções e mentalidades é que podem retroceder!
Quantos Portugueses não sentem "saudades"...destes cigarros?!




Hélio Matias

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Chá Sambique


A 50 anos de distância...muitos anos antes do que hoje se comemora, é um anúncio que se recupera com um "sorriso de condescendência"!

Hélio Matias

Comício Político 1974...no Valado


Nestes tempos conturbados que todos estamos a atravessar, é bom rebuscar no nosso arquivo imagens que se prendem com a novidade e a esperança.
Saído há dias do "antigo regime"...o Abril "disse" ás pessoas que afinal havia outro tipo de vivência!
Não vou desvendar quem foi o partido político que promoveu este comício!
A sala está cheia!
Nota-se nas caras um misto de ansiedade e atenção para tentarem perceber o que lhes estão a dizer!
Passaram cerca de...40 anos!
Qual partido conseguiria hoje tal assistência?
A resposta, fica por dar...propositadamente!

Hélio Matias

sábado, 19 de abril de 2014

Marco Geodésico


A imagem hoje colocada encontra-se ainda "milagrosamente" intacta na Rua do Campo, fazendo parte da paisagem urbana do Valado.
Não apresenta nenhuma indicação inscrita de que valor de altitude representa, donde deduzir que se trata de um marco de 3ª ordem, auxiliar portanto nos levantamentos de geodesia.
Talefe ou marco Geodésico é um sinal que indica uma posição cartográfica exacta e que forma parte de uma rede de triângulos com outros vértices geodésicos. São escolhidos sítios altos e isolados com linha de visão para outros vértices. A rede geodésica portuguesa é formada por vértices geodésicos que se dividem em três ordens de importância: 1ª Ordem - pirâmides distando 30 a 60 km 2ª Ordem - cilindro + cone listados distando 20 a 30 km 3ª Ordem - cilindro + cone distando 5 a 10 km. A sua localização determinada por coordenadas especiais que definem com precisão a sua posição no terreno e no mapa, exerce um papel de fundamental importância na localização de qualquer obra ou empreendimento na superfície terrestre. Os Marcos Geodésicos apresentam-se como um importante instrumento para a actualização cartográfica.

Hélio Matias

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Fonte do Largo da Junta


A imagem hoje colocada, não mostrará com tanta precisão e realidade a própria fonte e a sua função, até porque a sua qualidade é a possível, no entanto o que sobressai é a panorâmica muito interessante que podemos desfrutar do que hoje é o largo Dr. Manuel Collares Pereira, da rua Carlos O´Neill, das casas que se vislumbram em toda envolvência e ao fundo a Quinta do Campo...a única situação que se mantém imutável até aos dias de hoje.
Melhor que todas as explicações, deixo que cada leitor dedique um olhar contemplativo sobre o que vê e...o que conhece hoje!

Hélio Matias

terça-feira, 15 de abril de 2014

Chegou...finalmente?!


Talvez, é bom esperar mais uns dias!
...Mas esta imagem do Rui Marques, é...indiciadora da Primavera!

Hélio Matias

domingo, 13 de abril de 2014

Uma Linha...

Reflexão interessante e...não descabida.

in Público

Hélio Matias

Concorde...último voo



O voo durou apenas 27 minutos a altitude máxima rondou os 3000 m e a velocidade não ultrapassou os 480 km/h. Mas, naquela tarde ventosa em Toulouse, França, ficava escrita uma página na história da aviação civil: o Concorde voou pela primeira vez.
Considerado por muitos como um dos maiores feitos tecnológicos da humanidade e visto por quase todos os especialistas como um produto à frente do seu tempo, o Concorde já saiu de cena.
André Turcat, o piloto do primeiro voo, foi muito sucinto nas declarações, depois do teste: "Finalmente, o passarão levantou voo e posso dizer que voa muito bem." Com ele estavam um co-piloto e dois engenheiros do consórcio franco-britânico que assumira o risco de levar o projecto para a frente.
E ele aí estava, capaz de transportar até 110 passageiros a mais de duas vezes a velocidade do som (acima dos 2300 km/h) e a uma altitude máxima de 18.300 metros. "Sabotado" pela crise petrolífera e pela evolução da aviação civil — que privilegia a quantidade de passageiros em vez da velocidade da ligação — o Concorde não teve a carreira que merecia.
Em 2003 foi reformado. 
Terminava a era do avião de nariz móvel que quebrava a barreira do som. Só se fabricaram 20. No dia do último voo, em Filton, Reino Unido, ouviram-se aplausos após a aterragem, tal como na estreia, em Toulouse. 
Desta vez, já não havia o estrondo dos motores...para abafar os ruídos da homenagem!


in Público

Hélio Matias

sábado, 12 de abril de 2014

Amanhecer e Anoitecer...na Nazaré


Poderíamos dizer que "a Nazaré é sempre linda"!
Estas duas perspectivas do amanhecer /anoitecer continuam a mostrar-nos...essa "virtude"!



Hélio Matias

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Adega da Quinta do Campo


A Quinta do Campo foi durante muitas décadas o polo centralizador de toda a vida do Valado.
Os terrenos eram todos sua pertença e...logicamente era também quase o único empregador.
A vinha e o azeite seriam das produções agrícolas mais importantes da quinta.
Razão da existência dum lagar e...desta adega.
A imagem mostra-nos a adega algo diferente do original, uma vez que ela foi integrada e remodelada para uma perspectiva de turismo rural.
No entanto mantém-se alguns dos seus "pertences" de séculos, como pipas e em exposição toda uma série de artefactos, espremedores, cestos de vindima, etc.
Sobressai no entanto um mistério - as vinte colunas de ferro que suportam o peso do tecto.
Segundo o Dr. João Pedro Collares Pereira (falecido) e antigo proprietário, devem ser contemporâneas das usadas na reconstrução da cozinha do Mosteiro de Alcobaça, em data anterior à utilização do ferro na construção civil na Europa.
É presumível que esta situação esteja ligada à presença, bem próximo, duma exploração de ferro nas proximidades das Águas Belas.
A Quinta do Campo em toda a sua pujança, extensão e riqueza...reserva-nos ainda muitos mistérios!

Hélio Matias

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Morrer na Praia...Nazaré

Barco regressando da pesca com alguma turbulência

Sem o Porto de Abrigo entrar e encalhar na enseada da Nazaré...nem sempre era "pacífico"!
Os pescadores da Nazaré eram "sábios", conheciam os "cantos ao mar" mas nem tudo conseguiam controlar!
Muitos naufrágios de consequências por vezes devastadoras se deram precisamente já bem perto do areal...daí a expressão "morrer na praia".
Inúmeras vezes...o mar lhes foi "cão"!

Regresso mais calmo e feliz


Hélio Matias

quarta-feira, 9 de abril de 2014

BIC...a rápida


Ainda me lembro quando esta célebre esferográfica apareceu...talvez inícios de 1950!

Hélio Matias

domingo, 6 de abril de 2014

Macaco do Carro das Vacas



Este é um macaco utilizado para levantar um carro das vacas, quando era necessário intervir para fazer um concerto ou reparação.
Simples na sua concepção e manobra, consiste num sistema de alavanca que encaixa num tronco de suporte.
Assim quando era preciso concertar uma roda e portanto tirá-la, colocava-se a ponta menor da alavanca por baixo do carro, fazendo força na outra ponta aquela subia e levantava o carro, fixando-se depois a alavanca com uma corrente, o que permitia que o carro ficasse suspenso e  possibilitasse  trabalhar à vontade.
Uma forma engenhosa, de que os macacos hidráulicos de hoje...são uma simples cópia!


Hélio Matias

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Escola Primária


Por onde terá andado o edifício da Escola?
Com exclusão dos alunos que iniciaram a escolaridade em 1959, todos os outros percorreram uma "via sacra" de escola em diferentes edifícios.
A imagem mostra, uma casa situada na esquina da Praça 25 de Abril, foi o local que já trouxe alguma estabilidade, dado que entre 1940 e 1959 foi aqui que funcionou o ensino.
No 1º andar estavam as meninas e no rés do chão era a secção masculina.
Era uma casa com um mínimo de condições, sem casa de banho, sem vestiário...enfim pelo menos não chovia lá dentro!


Hélio Matias